top of page

DRA. BRUNA VENTURA É HOMENAGEADA PELA ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE PERNAMBUCO

No último dia 10 de abril de 2023, a Associação Médica de Pernambuco - AMPE comemorou 182 anos de existência, com a 40.ª edição da Medalha Maciel Monteiro e a 15.ª edição do Prêmio Diva Montenegro. A cerimônia solene contou com a presença de médicos renomados do Estado de Pernambuco.


A condecoração tem como finalidade eleger os melhores trabalhos científicos realizados por Doutorandos, ou seja, por estudantes dos dois últimos anos da faculdade de medicina.

Na ocasião, a Coordenadora do Curso de Especialização da Fundação Altino Ventura (FAV) Dra. Bruna Ventura foi homenageada, remetendo a 2007, quando foi agraciada na primeira edição do prêmio Diva Montenegro.




Durante a homenagem à Dra. Bruna Ventura, ela relembrou os caminhos de sua carreira em um discurso emocionante: “Lembro com muita alegria do dia três de abril de 2007, quando recebi o prêmio Diva Montenegro. Naquela época eu tinha finalizado uma pesquisa com bolsa PIBIC, sob a orientação do Dr. Paulo Neves Batista, juntando meus dois mundos, o Hospital Oswaldo Cruz sendo a base do meu curso de medicina da UPE e a oftalmologia, base da minha vida desde que me entendo por gente. Cresci em uma família de médicos, muitos oftalmologistas. Altino Ventura, meu avô, permanece sempre lembrado no meu dia a dia através da Fundação Altino Ventura. Meus pais, Dr. Marcelo e Dra. Liana Ventura sempre foram oftalmologistas entusiastas que com seus exemplos de vida inspiraram os três filhos a se dedicarem também a essa especialidade. Na parte assistencial, meus dois grandes mentores foram e são eles. Tanto que enveredei para a subespecialidade de cirurgia de catarata, seguindo os passos do meu pai, mas sem deixar de incluir o toque da minha mãe ao me dedicar à bebês e crianças com catarata pediátrica. Quanto à pesquisa, minha grande inspiração foi minha mãe. Dela herdei a paixão por pesquisa. Ela sempre amou se dedicar e participar do avanço da ciência. Comecei a fazer trabalhos científicos desde o primeiro ano de medicina e desde então não parei mais. Como o ensino vem entrelaçado com a pesquisa, a minha inspiração em ensinar vem desde os meus avós maternos, Therezinha Vieira e Durval Oliveira, grandes educadores. Ao longo desses quinze anos consegui, graças a Deus, solidificar minha participação na oftalmologia brasileira e mundial. Fiz mestrado na Universidade Federal de Alagoas, doutorado na Universidade Federal de São Paulo, a UNIFESP, e estou concluindo o meu pós-doutorado também na UNIFESP. Desde o prêmio Diva Montenegro, publiquei 46 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais, escrevi 13 capítulos de livros e dou anualmente inúmeras palestras no Brasil e no exterior. Tenho certeza de que esta premiação foi o primeiro passo, me incentivando a seguir. Fico feliz em poder levar a bandeira da nossa medicina, especificamente da oftalmologia recifense e pernambucana, para os quatro cantos desse mundo.”, expôs a Doutora Bruna Ventura.

Além do prêmio Diva Montenegro, a Dra. Bruna Ventura já recebeu mais de 20 outras honrarias em congressos americanos, europeus e brasileiros.

bottom of page